domingo, 6 de abril de 2014

A forma como nos enxergamos

 
 
 
 
Me enxerguei de várias maneiras em vários espelhos e muitas vezes eu não gostava do que estava vendo. A culpa nunca foi do espelho e muito menos da minha aparência em si, a culpa mesmo era da minha falta de gratidão com quem eu realmente era.
Acho que falta muito isso na maioria das pessoas, a gratidão por ser quem é, com todos os seus defeitos e qualidades.
Isso começa a ficar perceptível no momento em que você para de achar que todo mundo é melhor que você, que todo mundo é mais bonito, mais rico, mais feliz, mais qualquer coisa. No fundo todo mundo tem seus medos e sofrimento, todo mundo tem seus defeitos e em tempos de maquiagens incríveis e photoshop fica bem mais difícil perceber, então, abra bem os olhos e aprenda a amar tudo que existe em você, esse é o único jeito de alguém ter a chance de te amar ainda mais.
E se você ainda esta vivendo aquela vida de colégio onde tudo ainda é muito confuso uma coisa eu te garanto: mais da metade perde muito depois, a beleza então...
Joga a sua neura no lixo por favor.
 
 


E deixo com vocês uma das minhas músicas preferidas:
 
 
" Estou sempre o mais feliz que posso estar
Pois sou alérgico à tragédia
O médico diz que tem algo errado comigo
O sorriso no meu rosto não tem remédio."
 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário