quarta-feira, 28 de maio de 2014

Sem descrição

  Eu estava tentando descrever o que eu acho de você mas as palavras estão em falta e ninguém consegue te imaginar. Sendo assim fico com esse papel de maluca obcecada por alguém que ninguém viu ainda e eu não consigo dizer se vale a pena ou não.

  Enigmático é você que transforma 24 horas em um segundo quando te encontro naquela rua, no dia de chuva com seu velho All Star. Me ignora quando quer e lembra de mim quando eu não quero que lembre, eu não consigo te achar bom e muito menos ruim.

  Andei dizendo por ai que você é só mais um que apareceu do nada e vai sumir do nada também, mais um daqueles caras que colecionam histórias mas não se apega a nenhuma delas. Talvez eu tenha mentido um pouco quando eu disse que não ligo para o que você pensa ou faz, para onde vai e se vai me convidar, eu tinha que estar no controle do jogo e isso eu acho que você lembra.

  Vou continuar não sabendo o que dizer sobre você, talvez seja melhor assim, pelo menos eu vou evitar os julgamentos negativos que provavelmente eu teria sobre tudo que você já mostrou ser para mim.


Nenhum comentário:

Postar um comentário