domingo, 24 de agosto de 2014

Quem tira a minha paz é você.



Estou curtindo pra caramba teu jeito maluco de ser
Me envolvi nesse teu papo e agora estou pensando em como me soltar de você
Tá achando graça dessa minha falta de jeito
Ás vezes some do mapa, depois aparece do nada
Sai cantando graça, rouba de mim um beijo
 
Ignorei ligações, tirei férias das redes sociais
Virei a noite em baladas, esqueci de não ir naquela em que você estava
 
Com tanta gente no mundo porque tinha que ser logo você?
Estou pagando meus pecados, enlouquecida para te ver
 
Quem tira a minha paz é você.




 
Texto: Luana Barreto

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário