sábado, 31 de janeiro de 2015

Não jogue você fora!




  Eu era uma criança que assistia Eliana todas as manhãs e em um dia das crianças eu ganhei um kit da Eliana de fazer bijuterias.

   O meu primeiro pensamento foi fazer pulseiras para as minhas bonecas e no momento seguinte eu já tinha vendido um colar para uma amiguinha. Depois umas meninas chatas da escola chata fez a mesma coisa. 

  Foi assim que eu me tornei empreendedora e foi assim que eu descobri que as pessoas imitam boas idéias e é preciso um diferencial para se dar bem.

  Depois a coisa ficou mais séria, negociei cestas de café da manhã depois de ganhar 50 reais do meu pai e comprar material para monta-las, com o lucro das cestas eu comprava biscoitos e roupinha de Barbie.

  Camarim Fashion, desenho na unha, pintura facial em crianças, potinhos e enfeites de biscuit, All Star customizado, a lista de criatividade e negócios próprios é grande e me trouxe experiência.

  Minha escola é a melhor do mundo, a vida. 

  E um dia eu quis fazer pão de mel e queimei tudo. Quis fazer brigadeiro e não acertei o ponto. Um dia eu consegui, outro dia apareceu a primeira encomenda de docinhos e agora eu sinto a mesma felicidade a cada passo conquistado, como se fosse a primeira venda de pulseirinha do kit Eliana.

  Talvez eu tenha errado muito mais que acertado porque eu não estou rica e ainda preciso trabalhar em outras funções e lugares e estudar e tudo mais para conseguir "segurar a onda". Talvez o dinheiro que eu tenha na minha conta bancária não significa que eu já não venci ou vou vencer. 

  Talvez a felicidade more dentro da gente, quando nos permitimos arriscar sem medo de errar, só para se sentir realizado, em algum momento, nem que seja por alguns minutos.

  Porque dizer isso tudo? simples, cansei de ver gente parada achando que não pode porque é pobre, porque é velho, porque ta cansado e porque Deus quis assim. Não culpa Deus não que ele não te criou e te deu uma vida para você acabar com ela, dê orgulho a ele faz favor!

  Empreendedorismo não é EXATAMENTE ter uma empresa, é uma atitude nos caminhos que você escolhe ou acaba tendo que seguir. É cabeça erguida, é brilho nos olhos, é saber de impor para o seu patrão porque nem sempre ele esta certo, é coragem quando esta com medo, é dor no joelho, é não ser conformado.

  É sonhar e não ficar parado.

  Você tem permissão para chorar mas não deve se permitir desistir, nunca.



Para ler ouvindo:




Nenhum comentário:

Postar um comentário