sábado, 17 de janeiro de 2015

Reorganizar.




 Eu não sou do tipo que guardo mágoas, priorizo a paz da minha mente, mas sou do tipo que reorganizo o lugar de cada um na minha vida.

  Dizem que isso é excluir, até pode ser em alguns casos, mas na verdade é só não se deixar levar por algumas atitudes das pessoas e enxergar melhor o que os outros fazem por mim também. 
  Eu sei bem o que é exclusão porque fiquei extremamente longe das pessoas mais "populares" do colégio e sabemos que essa hierarquia atinge em situações tão bobas mas que parecem tão importantes naquela época.
  Perdi as contas de quantas vezes eu fui contra a minha vontade só para agradar aquela pessoa que fingia ser minha amiga, só para tentar ser mais parecida com aqueles que pareciam ter vidas mais interessantes que a minha. 

  Hoje eu do tanta risada lembrando.

   Algumas vezes agimos pelo lado mais fácil achando ser o certo.

  E então agora a coisa é assim: quer me entender? ótimo, ficarei grata e extremamente feliz por isso. Vai ser complicado sabe, mas sou uma boa amiga e disso eu não tenho dúvida alguma. Sou do tipo boba que escreve cartas ainda e fica testando os embrulhos de presente. Do tipo que nem sempre pode sair ou está afim mas que tem no coração aquele desejo enorme de felicidade para as pessoas. Do tipo que respeita o outro e não olha só pra mim. Do tipo que não fica inventando histórias e intrigas porque eu tenho horror a brigas.

  As prioridades são tudo que nos fazem bem ou que precisamos e nesse mundo pessoal, o que mais precisamos é de lealdade em todos os momentos.




Nenhum comentário:

Postar um comentário