terça-feira, 14 de julho de 2015

Resenha Quem é você Alasca?

  


  

  Os livros do John Green não são do tipo que chocam com algum acontecimento inesperado, pelo menos ao meu ver, normalmente já esperamos que aconteça exatamente aquilo ou pelo menos algo parecido. 

  Eu gosto da forma como ele escreve e das histórias que ele cria, nem sempre estou buscando mil surpresas em uma leitura, ás vezes quero me identificar com algum momento ou rir de algo. 

  O jeito simples como o John Green escreve nos traz sempre uma reflexão, pelo menos eu costumo ficar pensativa sobre o modo como determinado personagem agiu ou como se expressou. Além disso ele não deixa finais felizes jogados em nossa cara, normalmente é triste e realista até demais, simples assim.

  Quem é você Alasca me trouxe a imagem de várias pessoas que passou pela minha vida ou que ainda faz parte dela. Alasca é emocional em sua forma de agir, ás vezes desapegada, ás vezes triste ou até mesmo agressiva, de um jeito que é difícil até mesmo para seus amigos mais próximos entender. Miles, um garoto um tanto solitário que não tem uma vida assim muito empolgante. Chip, fala o que pensa, gosta de estar no comando e apesar do jeitão mostra ao Miles o que é estar junto, sempre.  




  Como esses três se encontram? em um colégio interno.

  Miles resolve mudar a sua vida pelo modo mais fácil: saindo do lugar ( o que nem sempre é fácil para alguns). Ele vai estudar então nesse colégio e lá conhece o Chip, a Alasca e outros amigos, aliás, seus primeiros amigos REAIS, desses que cometem suas loucuras joviais, sem pensar muito nas consequências sabe? pois é. Miles demonstra ser meio "joão vai com os outros" quase sempre, mas ok, eu perdoei ele por isso.

  Alasca é linda, personalidade muito forte, maluca mas divertida. Miles logo se apaixona por ela e fica aquela coisa de gostar sem saber se a outra pessoa sente o mesmo, normal da vida né? e ele se apega ainda mais ao perceber que ela não é assim, complicada, por nada.

  Acontece que ele queria ir atrás de um grande TALVEZ e acontece também que esse talvez possa ser muito mais complicado de entender e aguentar do que ele imagina. A verdade é que antes a vida dele era parada e depois ele descobriu que viver pra valer pode ser maravilhoso mas existem as horas em que é preciso ser forte e segurar a barra, ainda mais quando o que esta em jogo é a verdadeira amizade e até mesmo um possível primeiro amor.

  Por quê?

  Isso você descobre lendo :D




Um comentário:

  1. fiquei com vontade de ler, após sua resenha, vou deixar uma sugestão de livro O Sol é Para Todos escirto por Harper Lee

    ResponderExcluir